Segunda-feira
27 de Janeiro de 2020 - 
TRADIÇÃO DESDE 1987.
ADVOCACIA CÍVEL, TRABALHISTA, CONSUMIDOR E CRIMINAL
CONSULTE-NOS SEM QUALQUER COMPROMISSO
ADVOCACIA CONSULTIVA E CONTENCIOSA

Últimas notícias

Festa natalina do Memorial do Judiciário encanta aracajuanos

Uma noite para relembrar uma antiga tradição de Aracaju, quando as famílias se encontravam no Parque Teófilo Dantas, onde fica a Catedral Metropolitana, para comemorarem o final de ano. A ‘Cantata Natal no Parque’, promovida pelo Memorial do Judiciário, reuniu centenas de pessoas que, juntamente com o grupo Vivace, confraternizaram-se com servidores e magistrados do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), entoando canções natalinas e desejando votos de um ano novo de paz e felicidade. Para o Presidente do TJSE, Desembargador Osório de Araújo Ramos Filho, o Natal do Memorial é um momento de celebração com servidores, magistrados e sociedade. “O Tribunal de Justiça de Sergipe, que é considerado pelo CNJ como o melhor do país, também se alegra com esse evento. Natal é paz, amor, perdão e também momento de homenagearmos Jesus Cristo. Então, é um presente do Judiciário à comunidade”, enfatizou. Conforme a Diretora do Memorial, Sayonara Viana, tudo foi pensado com o objetivo de rememorar a tradição do Natal no Parque. “Por isso, além do coral, colocamos uma feirinha, carrossel e exposição de artistas que mergulharam nas próprias memórias, colocando nas peças toda identidade sergipana. Tivemos até o tradicional cachorro quente do parque”, revelou Sayonara. A apresentação do coral começou por volta das 18h30 e durou pouco mais de uma hora. Para o maestro do Vivace, Sérgio Chagas, é uma honra participar do evento natalino do Judiciário pela segunda vez. “Trouxemos canções natalinas mais tradicionais, com suas mensagens de paz, irmandade, solidariedade, mas com uma roupagem brasileira, nordestina. O grupo foi composto com 40 cantores e montamos esse trabalho com três meses de antecedência”, informou o maestro. Os solistas Zéq'Oliver e Dian Lucas também abrilhantaram a apresentação, que contou com 17 canções, intercaladas com narrações e solos. “Uma característica muito importante dessa apresentação é que o prédio é lindo, tem muita história e faz parte da cultura aracajuana. Então, poder presentear a comunidade com um espetáculo que utiliza esse lugar é, para nós, muito gratificante”, confessou o maestro. A adolescente Beatriz Oliveira prestigiou o evento com a família. “Eu achei tudo lindo e emocionante. Uma festa de Natal maravilhosa. Foi a primeira vez que a gente veio e eu achei incrível”, elogiou. Outra atração da festa foi o carrossel e as barcas, que ficaram ainda mais coloridos com a alegria da criançada. “Essa festa já uma tradição do Tribunal de Justiça. Foi muito bonita e emocionante a apresentação do coral, com muita gente, todos cantando juntos. Fiquei muito emocionada e só tenho a agradecer a todos que organizaram o evento. Assim, já entramos no clima de Natal”, comentou Andréa Santana, Secretária Judiciária do TJSE. Exposição O público pôde prestigiar a abertura da exposição ‘Natal no Parque’, com obras de 15 artistas. Além de telas e presépios, foi exposto um tapete devocional com a imagem da Sagrada Família, confeccionado durante uma oficina realizada no Memorial, no dia 22 de novembro, pelo artista plástico Jorge Luiz Barros, a educadora Vânia Correia e alunos do Instituto Luciano Barreto Jr., de Aracaju, e também do Centro Estadual Profissionalizante Profa. Neuzice Barreto, de Nossa Senhora do Socorro. “Eu estou me sentindo muito realizada porque participei da confecção do tapete e sou muito grata ao professor e ao Memorial por ter me dado essa oportunidade. O Natal, para mim, sempre foi uma data muito importante e, este ano, ainda mais por estar aqui participando desse evento. Está perfeito”, disse Agnes, aluna do Instituto Luciano Barreto Júnior. Expuseram suas obras os artistas Adauto Machado, Ademir dos Santos, Ana Denise, Antônio Gonçalves Filho, Baltazar Goes, Beto Ribeiro, Don Bosco, Enéas Santos, Everaldo Polito, Francisco Freitas, Gladston Barroso, Iraildes, Jeancarlo Petchas, Jerônimo Freitas, Jorge Luiz Barros, Maria Antônia S. S. Lima, Maria Góes, Pinto Santeiro, Roger Rocha e Vânia Correia. “Estou muito feliz porque é uma das primeiras exposições que eu participo com essa temática, que revive um Natal que está na memória dos sergipanos. Justamente por isso, trouxe uma tela que retrata o Reisado, que faz parte do auto de Natal sergipano”, explicou Jean Carlo Petchas. A exposição pode ser conferida no Memorial até o dia 10 de janeiro. Feirinha A feirinha de artesanato ‘São Criativos’, com artesãos da cidade histórica de São Cristóvão, também chamou atenção do público. Nas barraquinhas foi possível encontrar vários produtos, entre eles canecas e bastidores bordados com temas de paisagens sergipanas, confeccionados pela artista Maria Góes, de 83 anos. Já Nice Silva, trouxe peças em crochê e panos de prato com estampas natalinas. “Participar desse evento renova nosso trabalho”, confessou Nice. Solidariedade O evento teve ainda um cunho social, com arrecadação de alimentos e itens de higiene para o Same – Lar de Idosos Nossa Senhora da Conceição, localizado no bairro Industrial, em Aracaju, e que atualmente atende 60 idosos. As doações podem ser feitas até 17 de dezembro e antes do Natal serão entregues no Same.
06/12/2019 (00:00)
Visitas no site:  51123
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.